CIDADANIA 2018-08-15T09:58:05+00:00

CIDADANIA

Papa já provou que é possível fazer política em benefício do cidadão. Em sua gestão, Santos conheceu um novo ciclo de desenvolvimento com atração de investimentos, aprimoramento de serviços públicos essenciais e oportunidades para todos, da criança ao idoso. Para isso, articulou parcerias junto ao setor público, iniciativa privada e sociedade civil que resultaram em mais qualidade de vida para a população, especialmente para os que mais precisavam.
Um dos destaques foi a implantação do SUAS (Sistema Único da Assistência Social) e a criação de unidades de atendimento social, como os Cras (Centros de Referência da Assistência Social) e Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).
A Cidade ganhou o programa Bolsa Santos, de complementação de renda para as famílias em situação de pobreza; duas unidades do Restaurante Bom Prato, refeição de qualidade a R$ 1,00; o restaurante-escola Estação Bistrô, que qualifica jovens carentes para a área de Gastronomia; além de outros programas de geração de renda, como a Padaria Solidária, a Lavanderia Comunitária e a Cooperativa de Trabalho de Costura do Dique da Vila Gilda.

Defesa da Cidadania
Com a criação da Secretaria de Defesa da Cidadania foi possível dar às minorias acesso a direitos básicos do cidadão. As pessoas com deficiência foram beneficiadas com o programa Praia Acessível, parceria entre prefeitura e Governo do Estado, que possibilitou o acesso ao banho de mar; cursos profissionalizantes e banco de currículos para encaminhamento a empregos.
Campanhas de prevenção à violência contra a mulher e ao público GLBT foram iniciadas, assim como o Centro de Referência Especializado, para vítimas de violência e pessoas em outras situações de risco.
Foram criados o Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra e o Casamento Comunitário, para oficializar a união de casais de baixa renda. As crianças e adolescentes passaram a contar com o “Família Acolhedora”, iniciativa que evita o abrigo em entidade assistencial, e os idosos ganharam vários espaços de lazer e de convivência e a casa dia.
Pensando nos jovens foram inaugurados o Centro da Juventude da Zona Noroeste, Programa Municipal de Valorização Juventude e Comunidade, Profissionais do Futuro e Núcleo de Atendimento Integral (NAI), para apoio aos infratores e seus familiares, e que ajudou a diminuir a reincidência dos atos infracionais.
Outras duas grandes conquistas para os santistas foram a instalação do Poupatempo, com eficiência na prestação de serviços públicos, e do Centro Público de Emprego, Trabalho e Renda, considerado referência para trabalhadores e empresários.

Compartilhar