Retrospectiva: Reconhecimento a José Bonifácio e Saturnino de Brito

Conhecer a história e reverenciar personalidades que tanto fizeram por nosso País é algo vital para a construção de uma nação. E é pensando nesse objetivo que o deputado federal João Paulo Papa apresentou o Projeto de Lei que reconhece, oficialmente, José Bonifácio de Andrada e Silva patrono da Independência do Brasil, e que foi sancionado pela presidência da República no dia 11 de janeiro de 2018, tornando-se a Lei 13.615/2018.
Para o autor da iniciativa, esse é um justo e merecido reconhecimento a José Bonifácio e a tudo o que suas ideias e ideais representam para o País. “Ele é conhecido como um dos principais responsáveis pelo movimento que levou o Brasil à Independência, possuía, informalmente, o título de Patriarca mas, oficialmente, não havia esse reconhecimento oficial por parte do Estado Brasileiro”, explicou Papa.
O parlamentar detalha que a ideia de apresentar o projeto veio de movimentos como o Pró-Memória de José Bonifácio, liderado por Arlindo Salgueiro, e de outras entidades. “Após consultar pessoas especializadas sobre história e a legislação, confirmamos que não havia tal titulação. A todos acharam justo fazer essa homenagem”, continua o deputado, que agradeceu todo o apoio recebido. A Legislação que regrou a concessão de títulos de Patrono e Patrona é de 2011.
“As ideias de Bonifácio continuam mais atuais que nunca. É, sem dúvida, motivo de muita alegria a transformação desse projeto em lei. Que a história do nosso agora Patrono seja cada vez mais reverenciada, principalmente pelos mais jovens”, pontuou.

Quem foi?
José Bonifácio de Andrada e Silva (1763-1838) nasceu em Santos/SP no dia 13 de Junho de 1763. É o Patrono e um dos principais artífices do movimento que culminou na Independência do Brasil. Em 1821, quando a Corte Portuguesa determinou que Dom Pedro retornasse a Portugal, Bonifácio escreveu-lhe uma carta solicitando que ficasse no Brasil. Deve-se a sua influência a adesão de Dom Pedro à causa. Há pesquisadores e historiadores que consideram que foi graças à sua orientação que a Independência se deu sem choques.

Saturnino de Brito
Tramita na Câmara, ainda, outra iniciativa, que visa declarar Saturnino de Brito como o patrono da Engenharia Sanitária do Brasil. O engenheiro, responsável pelo projeto dos canais de Santos, também deu grandes contribuições para o setor no País.

Depoimento: Arlindo Salgueiro, fundador do Movimento Pró-Memória de José Bonifácio

“Temos, agora, José Bonifácio de Andrada e Silva como patrono da Independência do Brasil significa ter nossa cidadania alicerçada nos valores deste humanista, ecologista, defensor dos direitos humanos, da integração racial e do respeito pela diversidade. Passamos a ter orgulho de ter nascido nesse País e termos como pai da Pátria, o libertador da Américas: patrono José Bonifácio”. Arlindo Salgueiro, presidente do movimento Pró Memória José Bonifácio.

Compartilhar
2018-07-30T13:28:56+00:00